Muxarabi: o que é e como usar na decoração

Decoração
muxarabi

Mais do que bonito, um ambiente deve ser bem ventilado e iluminado. E é basicamente isso que o muxarabi proporciona: Ventilação e iluminação além de privacidade.

De origem árabe, esse estilo de arquitetura foi introduzido no Brasil pela coroa Portuguesa. Além de serem lindos em fachadas, podem ser aplicados no design de interiores para fazer divisões entre cômodos ou decorar ambientes.

Suas treliças dão um toque elegante a qualquer decoração e trazem um grande aproveitamento de luz natural além de garantir a ventilação. Esta solução arquitetônica diminui a entrada do calor e funciona muito bem também para isolar ambientes. Quem passa por fora de um muxarabi não vê o que está do lado de dentro. Ao passo que, quem está de dentro enxerga quem passa do outro lado.

Da treliça árabe original do muxarabi, leituras contemporâneas foram feitas em seu design. Assim, esse elemento arquitetônico adquiriu um ar mais moderno para aplicação atual.

Referência:

Um grande nome da arquitetura que usa esse recurso é Jean Nouvel, responsável pelo Instituto Mundo Árabe, Burj Qatar e Louvre Abu Dhabi.

Instituto Mundo Árabe – Jean Nouvel
Burg Doha Qatar – Jean Nouvel
Louvre Abu Dhabi – Jean Nouvel

Muxarabi aplicado ao design de interiores:

Analogamente à sua aplicação nas fachadas de prédios e edifícios, o muxarabi pode ser utilizado no design de interiores para trazer soluções com um toque de design.

Aqui, camufla a entrada do lavabo.
Ou usada como uma divisória sutil e mais leve entre ambientes

Muitas das vezes, para denominar esses painéis vazados usam o nome cobogó. Cobogó realmente foi inspirado no muxarabi. O cobogó original são de blocos de concreto ou cerâmica, enquanto se denomina muxarabi os painéis de madeira.

O design ganha outra vida com esses elementos vazados! Não é mesmo?! Continue acompanhando o blog da Mínimos Detalhes para ficar por dentro das nossas dicas e inspirações de decoração.